quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Xixi na rua

Leio esta notícia e fico cheia de entusiasmo.

"Rio terá maior fiscalização contra xixi na rua no Carnaval; prefeitura instala 4.000 banheiros
No último fim de semana, 46 pessoas foram presas por urinar em locais públicos."

O fato é que esse hábito, além de desrespeito com os demais cidadãos, é uma tremenda falta de educação. Isso normalmente é coisa de marmanjo. É claro que já vi a mulherada em festas públicas dando aquela abaixadinha e se aliviando na rua mesmo, mas normalmente é falta de cidadania dos homens mesmo. O que muito se vê nas ruas são os homens, sem nenhum pudor ou preocupação com quem passa à sua volta, urinarem nos locais mais inapropriados. Além da franca ação de atentado ao pudor, a cambada de marmanjos deixam os muros, postes, carros, plantas com um horrível cheiro de urina.

Mas, será que 4000 banheiros químicos dão para cobrir toda a mijada que esta cidade enorme, que é o Rio de Janeiro,tem que suportar? Ah! são poucos banheiros para tantos mijões. Eu nunca vi igual. Fora do carnaval, o Rio já fede a xixi em quase todos os lugares onde tem nativos e turistas consumindo cerveja à vontade e depois costumam se aliviar em qualquer cantinho mal iluminado. E olha, o nosso verão pede cerveja e muita. Mas... será que já pensaram em construir banheiros públicos permanentemente?

Em Paris, que é intramuros, tem mais de 400 banheiros públicos e quem for pego mijando na rua é PRESO mesmo. Aqui vão conseguir prender tantos vilões da higiene? Ou é só pagar uma multa que pode ser refrescada? Este hábito masculino é desde pequenininho!


Ainda continua a notícia:" A Prefeitura do Rio de Janeiro não vai dar trégua aos foliões que insistirem em fazer xixi nas ruas da cidade. A Seop (Secretaria Especial da Ordem Pública) promete intensificar a fiscalização que, somente no último fim de semana, prendeu 46 pessoas.
Quem for pego urinando em locais públicos será conduzido para a delegacia da área e, antes de ser liberado, autuado por ato obsceno e atentado ao pudor, que prevê pena de três meses a um ano de detenção ou multa (geralmente convertida em cestas básicas)."

O que será feito com tantas cestas básicas? Engordar o salário de quem?

Diante das minhas indagações, eu faço outra mais comovente: por que será que nós, brasileiros, duvidamos de qualquer lei ou pior da sua aplicabilidade? Já não seria um bom começo eu saber que a prefeitura está preocupada em melhorar o cheirinho da cidade? Mas não. Nós rimos de qualquer iniciativa porque já sabemos aonde vai dar tão boas intenções.

É... sempre é assim, porque o buraco é mais embaixo.

Levic

Um comentário:

  1. Para proibir algo é preciso ter condiçoes para tal feito.

    bjs

    ResponderExcluir